PPGs da Região Norte criam Rede de Cooperação Acadêmica

Programa de Cooperação PPGs NorteOs onze Programas de Pós-Graduação (PPGs) da Área de Linguística e Literatura (Capes) localizados na Região Norte decidiram coordenar suas ações acadêmicas articulados em torno de uma rede de cooperação.

A Rede de Cooperação será de suma importância para a integração dos nossos esforços enquanto programas de pós-graduação no Norte. Um dos nossos maiores desafios é precisar fazer muito com poucos recursos humanos e financeiros e com a rede vamos juntar esforços. Até então cada programa procurava suas próprias soluções, mas a realidade é que enfrentamos problemas muito parecidos entre nós: falta de infraestrutura, poucas bolsas para os discentes, distâncias que dificultam a organização de eventos e aumentam os custos para trazer pesquisadores de fora para participarem de atividades dos programas, escassos recursos financeiros. Tenho certeza de que essa cooperação gerará grandes frutos em curto, médio e longo prazo, haja vista que ainda nem assinamos os termos e já temos várias articulações encaminhadas, como disciplinas compartilhadas e eventos em conjunto. 

Renata Lucena Dalmaso

Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Letras – Unifesspa

Dentre os objetivos da rede recém criada, estão:

  • Assegurar a integração dos PPGs de modo a constituir uma rede de solidariedade e intercâmbios para mitigar assimetrias regionais.
  • Estabelecer parcerias em atividades de ensino (disciplinas compartilhadas, trânsito de produtos bibliográficos) e extensão (eventos, seminários abertos, publicações).
  • Formar redes de grupos de pesquisa em temas e interesses comuns à região (línguas e literaturas indígenas, tradução cultural, educação intercultural).

Um site já foi criado (www.ppgsnorte.org) para publicizar e compartilhar as informações de docentes, eventos, periódicos, disciplinas e demais atividades desenvolvidas pelos programas.

A formação desta rede de Cooperação consolida uma prática que nós dos PPGs da região Norte já fazemos há tempos. Trata-se de uma divulgação mais ampla e sistematizada de atividades, ações e projetos conjuntos realizados pelo programas da nossa região. Essa rede é uma iniciativa que faz emergir pesquisas de extrema importância produzidas na pan-amazônia, além de mostrar o quão estamos conectados com o mundo e, sobretudo, com as nossas fronteiras próximas e distantes. Enfim, evidenciar essa profusão de conhecimentos produzidos aqui, por meio dessa grande rede, é uma forma de nos fortalecer e discursivizar nossas práticas e saberes.

Marília Lima Pimentel Cotinguiba

Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Letras – Unir

Desde a última reunião dos coordenadores de pós-graduação, foi também incorporado à rede o Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas – PPGAC da Universidade Federal do Acre, ampliando, assim, as ações da área que já incluem pesquisas em artes visuais, música e teatro.

O Programa de Pós-Graduação em Letras da Unifap é um programa novo, tendo iniciado suas atividades em 2019, por isso, a cooperação com outras instituições da Região Norte é essencial para que possamos aprender com as experiências anteriores. Além disso, acreditamos que o fortalecimento dos grupos e centros de pesquisa da Amazônia é uma forma de promover o desenvolvimento sociocultural dessa região permitindo que a universidade pública cumpra seu papel social. Fortalecer a pesquisa em Linguística e Literatura é uma forma de dar visibilidade a complexa e rica diversidade linguístico-cultural amazônida.

Eduardo Alves Vasconcelos

Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Letras – Unifap

Os PPGs que compõem a Rede de Cooperação são:
Programa de Pós-Graduação em Letras – Ufac
Programa de Pós-Graduação em Letras – UFT (Porto Nacional)
Programa de Pós-Graduação em Letras – UFPA
Programa de Pós-Graduação em Letras – UFT (Araguaína)
Programa de Pós-Graduação em Letras e Artes – UEA
Programa de Pós-Graduação em Letras – Unifesspa
Programa de Pós-Graduação em Letras – Unir
Programa de Pós-Graduação em Letras – Ufam
Programa de Pós-Graduação em Estudos Literários – Unir
Programa de Pós-Graduação em Letras – UFRR
Programa de Pós-Graduação em Letras – Unifap
Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas – PPGAC

Reunião PPGs Norte

Live Abralin – O “novo normal” da linguagem, da economia e do conflito racial

O que temas como correção política da linguagem, renda básica universal e protestos pelo fim da polícia têm em comum? Ou temas como agressão a ministros do STF, aumento exponencial da desigualdade econômica e crescimento da violência policial? A resposta não é simples e unidimensional, mas todos esses temas se tornaram “o novo normal” no mundo pandêmico em que vivemos, onde polarizações, ansiedades e cooperações se dão paralelamente a processos de estabilização-em-mudança da linguagem. A partir de uma compreensão da linguagem como sistema complexo e não-linear, orientada por uma perspectiva pragmática, político-econômica e raciolinguística do conhecimento, pretendo nesta conversa discutir essas correlações entre tropos linguísticos emergentes, novas ideias econômicas e antigos conflitos raciais. A proposta é de a conversa acontecer no melhor estilo inspirado por Kanavillil Rajagopalan – isto é, uma tribuna livre, com bom humor, respeito à diferença e rigor intelectual. Espera-se um espaço convergente para diferentes interesses de pesquisa e orientações teóricas, nos estudos da linguagem e além deles.

Dissertação defendida no PPGLI analisa identidade em enunciados de “seringueiros(as) acreanos(nas)”

Ocorreu na tarde de ontem, 16, a defesa pública de dissertação do mestrando Airton Santos de Souza Junior intitulada “Construções identitárias em enunciados de “seringueiros(as) acreanos(as)””.

Participaram da Banca Examinadora a Profa. Dra. Paula Tatiana da Silva Antunes – Orientadora (Ufac), a Profa. Dra. Juciane dos Santos Cavalheiro – Examinadora Interna (UEA) e a Profa. Dra. Grassinete Carioca Albuquerque de Oliveira – Examinadora Externa (Ufac).

A defesa ocorreu por meio de teleconferência tendo em vista a pandemia de Covid-19. A gravação completa da sessão está disponível do Canal do Youtube do CEPRODOC.