Inscrições XV LIA – últimos dias!

CONVOCATÓRIA

A Universidade Federal do Acre apresenta a 15ª edição do Congresso Linguagens e Identidades Amazônicas a ser realizado no período de 07 a 09 de dezembro de 2022, de forma virtual.

Neste ano, em parceria com as Universidades Federais do Amazonas e do Amapá, o congresso terá como eixo central a crítica aos marcos históricos que cercam o bicentenário da “Independência” do Brasil, compreendendo que os discursos que permeiam as celebrações oficiais têm, de forma sistemática,  invisibilizado a violência e os diferentes estágios colonizatórios no ontem e no hoje.

 Além de pesquisadores, alunos e professores de Ensino Médio e Superior, as inscrições estendem-se também à comunidade em geral e poderão ser feitas gratuitamente pela internet, no site www.congressolia.com

Interessados em inscrever-se como comunicadores orais devem submeter suas propostas a partir dos seguintes eixos temáticos:

1. Línguas e Literaturas Indígenas

2. Territórios e Fronteiras

3. Ensino de Línguas e Formação de Professores

4. Artes e Estéticas nas Amazônias e Pan-Amazônia

5. Culturas, Cidades e Patrimônios

6. Diversidade Linguística e Cultural nas Amazônias

7. Memória, História e Oralidade

8. Mundos do Trabalho nas Amazônias

9. Estudos de Gênero, Raça e Classe Social

10. Educação Escolar Indígena

11. Estudos do Discurso

12. Tradução Cultural e Estudos da Tradução

13. Movimentos Sociais nas Amazônias

14. As Florestas e as Cidades na História e na Literatura 

Mais informações podem ser obtidas por e-mail: congressolia@gmail.com

www.congressolia.com

Cronograma

Submissão de resumos em sessão de comunicação livre: 14 de setembro a 28 de setembro 2022

Liberação de cartas de aceite: entre 17 e 21 de outubro de 2022

Submissão de artigos completos para publicação E-book: 24 de outubro a 04 de novembro 2022

Resultado da submissão de artigos completos para publicação ebook: 30 de novembro de 2022

Inscrições gerais de participação como ouvinte: de 14 de setembro a 07 de dezembro de 2022

Realização:

Programa de Pós-Graduação em Letras: Linguagem e Identidade (PPGLI/UFAC)

Programa de Pós-Graduação Profissional em Ensino de História em Rede Nacional  (PPGPEH/UFAC)

Programa de Pós-Graduação em História (PPGH/Unifap)

Programa de Pós-Graduação em História (PPGH/UFAM)

Apoio:

Anpuh – Acre

Grupo de Pesquisa História e Cultura, Linguagem, Identidade e Memória – GPHCLIM/UFAC

Rede de Intercâmbio e Cooperação Acadêmica nas Amazônias | Programas de Pós-Graduação em Linguística e Literatura

Laboratório de Interculturalidade – LABINTER/UFAC

Laboratório de Digitalização, Recuperação e Reprodução de Fontes Documentais – CEPRODOC

Centro de Idiomas da UFAC

PPGLI da Ufac obtém nota 5 na avaliação quadrienal 2017-2020

A partir desta segunda-feira (12/9), a Capes está publicando, oficialmente, o resultado preliminar da avaliação dos programas de pós-graduação de todo o país na quadrienal 2017-2020. Nessa avaliação, o Programa de Pós-Graduação em Letras: Linguagem e Identidade (PPGLI) da Ufac alcançou o conceito Muito Bom, com a nota 5, que indica sua consolidação no âmbito do Sistema Nacional de Pós-Graduação (SNPG).

Esse desempenho é resultado de muitos fatores, a começar pela mudança de postura assumida pelo Colegiado do Programa desde o ano de 2013, acompanhando de perto as orientações dos documentos da Área Linguística e Literatura, passando pela implementação de um conjunto de ações: ajustes na estrutura curricular, definição de normas claras de credenciamento e descredenciamento de docentes, revisão nos processos de ingresso, acompanhamento sistemático de discentes, cumprimento de prazos, princípios éticos e boas práticas na pesquisa, ampliação da produção de docentes e discentes, entre outras que contou com o apoio institucional, por meio da Propeg, garantindo a viabilização de demandas e a melhoria da estrutura para funcionamento do Programa.

Um dos pontos de destaque na avaliação é a identidade do PPGLI voltada para a formação de profissionais qualificados para a docência no ensino superior e para a produção de pesquisas científicas com foco prioritário nas diferentes realidades sociais dos mundos amazônicos e pan-amazônicos e suas diversidades linguísticas, étnicas, culturais e identitárias. Sem perder de vista, sua posição estratégica em espaços/tempos da Amazônia Sul-Ocidental, o Programa intensificou parcerias em nível regional, nacional e internacional, com ações de pesquisa, ensino e extensão, realizando ainda uma série de importantes eventos e fazendo com que a Ufac se tornasse um ponto de referência em discussões teórico-metodológicas e outras temáticas candentes da atualidade. No que diz respeito às políticas de inclusão, desde o ano de 2013, o PPGLI tem assegurado reserva de vagas para pessoas indígenas, pessoas pretas e pessoas com deficiência, como forma de contribuir com o estabelecimento de uma política institucional para assegurar o ingresso e a permanência de discentes cotistas.

Não por acaso, na avaliação da quadrienal 2013-2016, o PPGLI alcançou o conceito Bom, passando da nota 3 para a nota 4. No ano de 2018, veio a aprovação da proposta do doutorado e agora, como resultado da avaliação 2017-2020, o conceito Muito Bom, com a nota 5, que sinaliza não apenas a justeza das mudanças operadas anteriormente, mas a abnegação, a confiança e o envolvimento de mestrando(a)s, doutorando(a)s, corpo técnico-administrativo, docentes e egressos na proposta do Programa e em sua consolidação.

II Seminários Abertos de Pesquisa – SEA

Entre os dias 12 e 16 de setembro de 2022, o Programa de Pós-Graduação em Letras: Linguagem e Identidade da Ufac realiza o II Seminários Abertos de Pesquisa – SEA, com o objetivo de debater e divulgar as pesquisas em andamento doutorandos do programa que estão cursando o componente curricular Seminário de Tese II.

O evento, que é gratuito, será todo realizado de modo virtual através do Google Meet, com participação dos docentes do programa como debatedores de pesquisas.

“É sempre um momento rico para todos os participantes. Debater as pesquisas em andamento permite visualizar melhor nossos objetivos de investigação”, comentou o Prof. Dr. Gerson Albuquerque, coordenador do programa.

O seminário é aberto ao público em geral e as inscrições para ouvintes/participantes simples podem ser feitas até dia 11 de setembro através do link https://forms.gle/SHSom9e7Zrbphzgf9 A certificação é de 20h, sendo exigido um mínimo de 75% de presença.

Palestra: Introducción a los métodos mixtos de investigación:  lecciones aprendidas de investigaciones en Ciencias Sociales

A terceira palestra do “V Ciclo de Palestras e Debates do Grupo de Estudos em Análise do Discurso e Ensino de Línguas – Geadel, Dialogando Sobre Metodologias de Pesquisa Aplicadas aos Estudos das Língua(Gens) e de Educação, acontecerá em 08/09/2022.

Horário: 14h às 16h – Horário Acre / 16h às 18h – Horário Brasília (Brasil) 

Palestrante: Dra. Sara Villagrá Sobrino (Universidad de Valladolid – UVA, Espanha)

Título da Palestra: Introducción a los métodos mixtos de investigación:  lecciones aprendidas de investigaciones en Ciencias Sociales

Mediador(a): Dra. Maristela Alves de Souza Diniz (UFAC)

Projeto de Extensão CICLO DE DEBATES – BICENTENÁRIO DA INDEPENDÊNCIA (1822-2022): PROJETOS DE PAÍS, PROJETOS DE EDUCAÇÃO – QUESTÕES E PERSPECTIVAS.

O projeto pretende a promoção do debate crítico sobre o modo como se constituem, desde 1822, projetos de nação e de educação no Estado brasileiro.

A primeira atividade ocorrerá no próximo dia 01 de setembro de 2022, e terá como tema o evento de independência e suas múltiplas interpretações e repercussões históricas. A atividade iniciará às 14h no Auditório da Adufac, que é parceira nesse projeto.

Terá a participação dos colegas Prof. Dr. Eduardo Nunes e Prof. Dr. Francisco Bento da Silva, ambos do CFCH, que discorrerão sobre o evento histórico.

A certificação será por atividade para as pessoas presentes. Haverá também transmissão pelo canal da Adufac no YouTube.

Oficina de elaboração de projetos de dissertações e teses para indígenas

Nos dias 8/09 e 09/09 de 2022, o Laboratório de Interculturalidade/Labinter/PPGLI/UFAC irá promover a primeira oficina de construção de projetos de pesquisa para produção de dissertações de mestrado e de teses de doutorado destinada somente para pessoas indígenas. Na oficina, teremos a oportunidade de discutir os diversos elementos que compõem projetos de mestrado e de doutorado para concorrer a seleções de Programas de Pós-graduação Stricto Sensu no Brasil. As inscrições podem ser feitas até o dia 07/09 neste link: https://forms.gle/ojV4PyF7vV2Mj2JJ6

Saberes das parteiras e das mulheres pajés é tema de dissertação defendida no PPGLI

Ocorreu na tarde de hoje, 23, a defesa pública de dissertação da mestranda Edilene Machado Barbosa intitulada “Os saberes das parteiras e mulheres pajés na aldeia Morada Nova: “linguagens’’ produções identitárias”.

Como objetivo, a pesquisa buscou analisar “o papel das parteiras e das pajés femininas do povo Shanenawa e o protagonismo das mulheres Shanenawa da aldeia Morada Nova”.

Participaram da Banca Examinadora o Prof. Dr. Marcos de Almeida Matos (UFAC) – Orientador/Presidente, o Prof. Dr. José Ribamar Bessa Freire (UERF) – Examinador Externo, o Prof. Dr. Shelton Lima de Souza (UFAC) – Examinador Interno e a Prof. Dra. Maria de Jesus Morais (UFAC) – Suplente.

A defesa ocorreu através de transmissão on-line por meio do Canal Ceprodoc no Youtube e contou com o apoio do Núcleo de Apoio à Inclusão da Ufac com a presença dos Tradutores e Intérpretes de Linguagem de Sinais Sarney Junior e Tâmila Maiane.