Exposição: “Uma Identidade Amazônica em Rede” no Calenarte do Sesc

Este slideshow necessita de JavaScript.

O Serviço Social do Comercio – Sesc no Acre, através do projeto Calenarte apresenta a exposição do artista plástico Ueliton Santana, “Uma identidade Amazônica em Rede” inicia nesta sexta dia 04, às 19h no salão de exposições do Sesc Centro, ficando aberto para o público até 30 de março.

A exposição dar prosseguimento à difusão das artes plásticas no Acre, com suas ações de apoio aqueles que têm a arte como oficio e em possibilitar o acesso do público a programas educativos através do projeto Calenarte.

A Exposição

A “rede” é citada nominalmente pela primeira vez por Pero Vaz de Caminha em Abril de 1500. Câmara Cascudo a pesquisou e concluiu que “milhares de Brasileiros nasciam, viviam, amavam e morriam na rede e toda ou quase toda aquela gente que arrancou oAcre para o Brasil nasceu e morreu dentro de uma rede balouçante”.

As redes principalmente no Nordeste e no Norte tem uma importância cultural ampla, sendo o seu uso diverso desde; dormir, descansar, esperar, carregar pessoas em passeios, carregar pessoas doentes pelos varadouros das matas, enterrar mortos e outras utilidades. Ao pensar no termo rede, essa palavra dispõe de um arsenal de variações com relação ao seu “significado”, dependendo da área do conhecimento.

No seu sentido mais amplo temos redes sociais, rede de lojas; de pesca, de vôlei…enfim… A partir dessas observações comecei a comprar redes em diversos locais do Brasil, e por último dei preferência por adquiri-las em algodão cru, mais ou menos o mesmo tecido utilizado para a fabricação de pinturas em tela.

Sobre o artista

Doutor em arte Contemporânea pela Universidade de Coimbra, Mestre em Ciências pela UFRRJ, Especialista em Metodologia do Ensino da Arte, Graduação em Licenciatura em Artes Visuais, estudou Belas Artes em Cuzcu/Peru. Proferiu diversas palestras sobre artes visuais na maioria dos estados Brasileiros. Experiência em docência, já tendo ministrado diversos cursos sobre artes visuais; desenho, pintura, xilogravura, historia da Arte e realizou exposições individuais e coletivas nas principais capitais Brasileiras com curadoria de Paulo Herkenhoff, Agnaldo Farias, Marcus Lontra e outros, além de expor em outros países. Já recebeu diversos prêmios na área de arte, é Docente do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Acre na área de Artes.

Release – Calenarte Sesc. Por Nany Damasceno

Cultura Ribeirinha no Vale do Juruá é tema de dissertação defendida no PPGLI

No fim da tarde dessa segunda-feira, 29, ocorreu a defesa pública de dissertação da aluna Pabla Alexandre Pinheiro da Silva, cujo trabalho intitula-se “NOS BANZEIROS DO RIO CROA: LINGUAGEM, IDENTIDADE E CULTURA RIBEIRINHA NO VALE DO JURUÁ”

Participaram da Banca Examinadora o Prof. Dr. Francisco Bento da Silva– Presidente/Orientador – UFAC, o Prof. Dr. Carlos Estevão Ferreira Castelo – Membro – UFAC e a Profa. Dra. Mariana Ciavatta Pantoja Franco – Membro – UFAC

Dissertação defendida no PPGLI aborda Memória e Toponímia em comunidades tradicionais

No início da tarde de hoje, 29, aconteceu a defesa pública de dissertação de Ana Paula Teixeira Gouveia, cujo título é “A MOTIVAÇÃO TOPONÍMICA A PARTIR DA MEMÓRIA DE COMUNIDADES TRADICIONAIS DO SUL DO AMAZONAS”

Participaram da Banca Examinadora o Prof. Dr. Alexandre Melo de Sousa – Presidente/Orientador – UFAC, a Profa. Dra. Lindinalva Messias do Nascimento Chaves – Membro – UFAC e a Profa. Dra. Aparecida Negri Isquerdo – Membro – UFMS

 

Canções de Luiz Tatit são tema de dissertação defendida no PPGLI

Ocorreu na manhã de hoje, 29, a defesa pública de dissertação da aluna Silvia Rejane Teixeira de Abreu, com o título “A EXPRESSIVIDADE SONORA EM LETRAS DE CANÇÕES DE LUIZ TATIT: Análise fonoestilística”

Participaram da Banca Examinadora o Prof. Dr. Alexandre Melo de Sousa – Presidente/Orientador – UFAC, a Profa. Dra. Lindinalva Messias do Nascimento Chaves – Membro – UFAC e a Profa. Dra. Rosane Garcia Silva – Membro – UFAC.

 

Representações sobre prostituição são tema de dissertação defendida no PPGLI

Ocorreu no último sábado, 27, a defesa pública de dissertação da aluna Altaíza Liane Marinho, cujo trabalho intitula-se:”ENTRE “PAPÔCOS”, “SIRIBOLOS” E “PONTAPÉS”: representações sobre prostituição em periódicos de Rio Branco”.

Participaram da Banca Examinadora o Prof. Dr. Francisco Bento da Silva– Presidente/Orientador – UFAC,  o Prof. Dr. Gerson Rodrigues de Albuquerque – Membro – UFAC e a Profa. Dra. Patrícia Rodrigues Silva – Membro – UFAM.