III Seminário Internacional de Linguagens e Culturas Indígenas

Inscrições Ouvintes: clique aqui

Inscrições em Minicursos ou Oficinas, clique aqui

Programação

4 de novembro de 2019, segunda-feira

 16h –Credenciamento

Local: Hall do Bloco da Pós-Graduação

17h – Exposição de Cerâmica Apurinã, com as ceramistas Emamarupa Apurinã e Katsuna Apurinã. Apresentação musical com Mapu Huni Kuin   

Local: Hall do Bloco da Pós-Graduação 

 

19h – Solenidade de abertura

Local: Auditório da Pós-Graduação da Ufac

 

19h30-21h30 – Conferência de abertura: Traduções culturais: dilemas e aproximações, com Profa. Dra. Marília Lopes da Costa Facó Soares (UFRJ)

Local: Auditório da Pós-Graduação da Ufac

 

5 de novembro de 2019, terça-feira

 

8h-12h – Minicursos/Oficinas

Minicurso 1: Estudos lexicais com foco na cultura daimista: metodologia para o estudo do léxico daimista. Ministrante: Profa. Ma. Sandra Mara Souza de Oliveira Silva (UFAC), Profa. Ma. Julia Lobato Pinto de Moura (UFAC)

Local: Sala de aula Nº 01 do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática – MPECIM – Bloco da Pós Graduação

 

Minicurso 2: Indígenas na linguagem da conquista: a invenção dos os Outros. Ministrantes: Prof. Me. Armstrong da Silva Santos (UFAC), Profa. Poliana de Melo Nogueira (UFAC)

Local: Sala de aula Nº 02 do Programa de Pós-Graduação em Letras: Linguagem e Identidade – PPGLI – Bloco da Pós-Graduação

 

Minicurso 3: “Día de Muertos”: Filosofia e epistemologia ameríndia “en el aquí-ahora, desde el allá-entonces”. Ministrantes: Profa. Ma. Suerda Mara Monteiro Vital Lima (UFAC), Prof. Me. Carlos David Larraondo Chauca (UFAC)

Local: Sala de aula Nº 04 do Programa de Pós-Graduação em Ecologia e Manejo de Recursos Naturais – MECO – Bloco da Pós Graduação

 

Minicurso 4: Aspectos fonéticos de línguas indígenas. Ministrante: Prof. Dr. Shelton Lima de Souza (PPGLI/UFAC)

Local: Sala de aula do Programa de Pós-Graduação em Ciência, Inovação e Tecnologia para a Amazônia – CITA – Bloco da Pós Graduação

 

Minicurso 5: Etnografia discursiva: narrativas e oralidades na dinâmica da escuta. Ministrante: Prof. Dr. Mário Luis Villarruel da Silva (PPGLI/UFAC)

Local: Sala Ambiente do Centro de Ciências Biológicas e da Natureza – CCBN

Oficina de pintura Huni Kui. Ministrante: Bismani Huni Kui (Centro Huwã Karu Yuxibu)

Local: Sala de Videoconferência – Bloco da Pós-Graduação

 

Oficina de canto Huni Kui. Ministrante: Mapu Huni Kui (Centro Huwã Karu Yuxibu)

Local: Auditório da Pós-Graduação

 

14h-16h – Sessões de Comunicações Orais

 

Sessão de Comunicação Oral I 

Coordenador(a): Valda Inês Fontenele Pessoa

Local: Sala de aula Nº01 – Bloco Wanderley Dantas (Letras/Inglês)

 

  • A lógica da imaginação perceptiva do povo Kaxinawá e o currículo em devir 

Valda Inês Fontenele Pessoa (UFAC)

  • Os territórios do brincar – multiculturalidade em expressão, identidades em movimento

Márcia Barroso Loureto (UFAC)

  • O processo de registro e estudo da língua materna do povo Puyanawa na escola Ixubay Rabui Puyanawa

Vildna Dias da Costa (UFAC)

Valda Inês Fontenele Pessoa (UFAC)

  • Professoras negras migrantes no interior do Acre: escrevivências em salas de aula com povos indígenas e aprendizados interculturais

Cláudia Marques de Oliveira (UFAC)

Sulamita Rosa da Silva (UFAC)

  • Gêneros textuais no ensino-aprendizagem de línguas na Escola Indígena Tembé

Paula Miranda Monteiro (UEPA)

 

Sessão de Comunicação Oral II

Coordenador(a): Ana Paula Silva Modesto

Local: Sala de aula Nº02 – Bloco Wanderley Dantas (Letras/Inglês)

 

  • Residência Pedagógica: práticas docentes de aplicação da Lei n.º 11.645/2008 no ensino de História

Fábio de Farias Soares (UFAC)

Wálisson Clister Lima Martins (UFAC)

  • Cultura e Literatura: o indígena em cena

Elisangela Fátima Nogueira Godêncio (Colégio Presbiteriano Mackenzie Tamboré – UPM)

  • “Mitos” dos povos Huni Kuin

Ana Paula Silva Modesto (UFAC)

  • O silenciamento do índio nas narrativas sobre a Amazônia

Maria Janete Cesário Braga (UFAC)

  • Dsoppineje como sistema simbólico e seu significado para os Madija

Wladimyr Sena Araújo (UFAC)

 

Sessão de Comunicação Oral III

Coordenador(a): Maria de Jesus Morais

Local: Sala de aula Nº03 – Bloco Wanderley Dantas (Letras/Inglês)

 

  • Ditados populares como inferiorização de povos indígenas

Soleane de Souza Brasil Manchineri (UFAC)

Maria de Jesus Morais (UFAC)

  • Memória e cultura na Amazônia: a proteção das linguagens indígenas

Joelma Ferreira Bezerra (UNIR)

Sônia Maria Gomes Sampaio (UNIR)

  • A colonização a partir da disseminação da fé católica: discursos a partir do Divino

Cássia Silva dos Santos (UFAC)

  • A Defesa do Indigenato em obras de Márcio Souza: denúncia e luta pelos Direitos Humanos

Patrícia Helena dos Santos Carneiro (UNIR)

Fernanda Ellen Klein Nordt (UNIR)

  • Mundurukando: uma tradução indígena do mundo, por Daniel Munduruku

Júlio César Barreto Rocha (UNIR)

Patrícia Helena dos Santos Carneiro (UNIR)

            

Sessão de Comunicação Oral IV

Coordenador(a): Camila Bylaardt Volker

Local: Sala de aula Nº04 – Bloco Wanderley Dantas (Letras/Inglês)

 

  • Uma abordagem dos estudos pós-coloniais no cânone literário Robinson Crusoé

Jorge Cleibson França da Silva (UNIR)

Maria Diva dos Santos (UNIR)

  • Arte(s), vida(s) e diversidade dos “povos indígenas’’ do Acre

Sandy Maria Gomes de Andrade (UFAC)

  • História e contra-liberalismo no alto rio Iaco

Marcos de Almeida Matos (UFAC)

  • De nossos mortos, nós nos ocupamos

Camila Bylaardt Volker (UFAC)

  • Cruzeiro do Sul: a terra dos Náuas?

Ana Cláudia de Souza Garcia (UFAC)

 

16h30-18h30 – Mesa-redonda: A interculturalidade em laboratório: experimentando com as línguas faladas no Acre.

Mediador(a): Carlos André Alexandre de Melo

Debatedores: Prof. Dr. Joaquim Paulo Lima Kaxinawá (PPGLI/Labinter/Ufac), Prof. Dr. Maria Inês de Almeida (PPGLI/Labinter/Ufac).

Local: Auditório da Pós-Graduação da Ufac

 

6 de novembro de 2019, quarta-feira

14h-16h – Sessões de Comunicações Orais

 

Sessão de Comunicação Oral V

Coordenador(a): Maristela Alves de Souza Diniz

Local: Sala de aula Nº01 – Bloco Wanderley Dantas (Letras/Inglês)

 

  • Estratos linguísticos de origem indígena na toponímia da zona rural do Alto Acre

Sandra Mara Souza de Oliveira Silva (UFAC)

Alexandre Melo de Sousa (UFAC)

  • Um olhar sobre a criação do cosmos e as atuais consequências da relação entre os humanos e os não-humanos

Emilly Ganum Areal (UFAC)

  • Interculturalidade de saberes indígenas no contexto da saúde em Rio Branco – Acre

Erika Mesquita (UFAC)

  • La promoción del diálogo intercultural en la enseñanza de lenguas extranjeras: la atención a las lenguas indígenas en el currículo de lengua española en el Estado de Acre

Maristela Alves de Souza Diniz (UFAC)

  • La formación de traductores e intérpretes de lenguas indígenas como estrategia de revitalización de lenguas y garantía de derechos lingüísticos: caso peruano

Gerardo Manuel García Chinchay (Ministerio da Cultura, Perú)

Claudia Elizabeth Sanchez Tafur

 

Sessão de Comunicação Oral VI

Coordenador(a): Jairo de Araújo Souza

Local: Sala de aula Nº02 – Bloco Wanderley Dantas (Letras/Inglês)

 

  • Povos indígenas do Acre: relações para uma interdisciplinaridade e combate à institucionalização do racismo

Andrisson Ferreira da Silva (UFAC)

Danilo Rodrigues do Nascimento (UFAC)

  • (Re)Conhecendo o Afro-indígena no contexto da Amazônia Acreana

Andressa Queiroz da Silva (UFAC)

  • O papel da música na cosmologia indígena

Raildo Brito Barbosa (UFAC)

  • Cosmopolítica e interculturalidade: por uma soberania territorial indígena

Jairo de Araújo Souza (UFAC)

 

Sessão de Comunicação Oral VII

Coordenador(a): Heidi Soraia Berg

Local: Sala de aula Nº03 – Bloco Wanderley Dantas (Letras/Inglês)

 

  • A representação dos povos indígenas nos livros didáticos de Geografia: silenciamentos e possibilidades de práticas interculturais no ensino

Julia Lobato Pinto de Moura (UFAC)

Manuela Lucas Silva (UFAC)

  • Poéticas orais Shanenawa através da performance de Shuayne

Cristiane De Bortoli (UFAC)

  • Português Huni Kuin – Aspectos Morfossintáticos

Heidi Soraia Berg (UFAC)

Jerônymo Artur Brito D’Albuquerque Lima Junior (UFAC)

  • Bilinguismo em comunidades indígenas do Acre: desafios e possibilidades para o ensino de línguas

Andréa Almeida Campelo (SEE/Acre)

  • Dicionário Bilíngue: Shanenawa-Português

Eldo Carlos Gomes Barbosa Shanenawa (UFAC)

 

Sessão de Comunicação Oral VIII

Coordenador(a): Shelton Lima de Souza

Local: Sala de aula Nº04 – Bloco Wanderley Dantas (Letras/Inglês)

 

  • Uma proposta de classificação tipológica das línguas Pano

Gabriela Oliveira-Codinhoto (UFAC)

Shelton Lima de Souza (UFAC)

  • Descrição e análise comparativa da ordem das palavras em línguas Pano

Siméia da Silva Souza (UFAC)

  • Ordem de ocorrência das partículas em Asurini do Xingu: um estudo preliminar

Antonia Alves Pereira (UFPA)

  • Silenciamentos e invisibilidades linguísticas de surdos e indígenas no Brasil

Vivian Gonçalves Louro Vargas (UFAC)

Shelton Lima de Souza (UFAC)

 

16h30-18h30 – Mesa-redonda 2: Português indígena: descrição e propostas de pesquisa

Mediadora: Profa. Dra. Gabriela Oliveira-Codinhoto  (PPGLI/UFAC)

Debatedores: Prof. Dr. Shelton Lima de Souza (PPGLI/UFAC), Profa. Dra. Beatriz Protti Christino (UFRJ), Profa. Ma. Heidi Soraia Berg (UFAC)

Auditório da Pós-Graduação da Ufac

 

18h30-19h30 – Apresentação Musical com Anna Carolina

Local: Centro de Convivência da Ufac

 

19h30-21h30 – Conferência de encerramento: Vozes indígenas em Iracema e O guarani, de José de Alencar, com Prof. Dr. Cid Ottoni Bylaardt (UFC)

Local: Auditório da Pós-Graduação da Ufac

III Seminário Internacional de Linguagens e Culturas Indígenas

Línguas Ameríndias: diversidades, tradições e memórias

1ª Circular

Em agosto de 2016, com o objetivo de promover debates e reflexões em torno das multiplicidade cultural indígena na Amazônia Sul-Ocidental, com enfoque especial para a diversidade linguística e artística de povos indígenas, foi realizado o I Seminário de Linguagens e Culturas Indígenas, um evento de extensão promovido pelo Programa de Pós-Graduação em Letras: Linguagem e Identidade (PPGLI) da Universidade Federal do Acre em parceria com o Conselho de Missões entre Povos Indígenas – COMIN. O evento contou com a participação de ceramistas apurinã, muralistas huni kuῖ, além de escritores como Eliane Potiguara.

Em 2018, nos marcos da criação do Laboratório de Interculturalidade do PPGLI, realizou-se o II Seminário de Linguagens e Culturas Indígenas como forma de incentivar a produção acadêmica de pesquisadores indígenas, além de divulgar pesquisas desenvolvidas no campo da linguagem e da educação indígena no âmbito da Universidade Federal do Acre.  

Em 2019, com a proposta de promover um evento transfronteiriço de diálogo e debates interdisciplinares,  será realizado, nos dias 4, 5 e 6 de novembro, na Universidade Federal do Acre, o III Seminário Internacional de Linguagens e Culturas Indígenas, com o tema línguas ameríndias: diversidades, tradições e memórias, em um momento importante de discussão, devido ao Ano Internacional das Línguas Indígenas, promovido pela Organização das Nações Unidas (ONU), em torno de ações efetivas de visibilidade e promoção de políticas linguísticas para a manutenção e desenvolvimento das línguas ameríndias.

Assim, como forma de promover um espaço de debate e reflexão a partir de estudos linguísticos interdisciplinares em uma região com uma grande diversidade linguística, convidamos professores/pesquisadores, estudantes e comunidade em geral, indígenas e não indígenas, a participarem do III Seminário Internacional de Linguagens e Culturas Indígenas, com o tema línguas ameríndias que terá lugar na cidade de Rio Branco, campus-sede da Universidade Federal do Acre.

Normas para apresentação de trabalhos

NORMAS PARA SUBMISSÃO DE RESUMOS  EM SESSÕES DE COMUNICAÇÕES LIVRES

(submissão entre 17 de junho a 17 de julho de 2019 )

Inscrições prorrogadas até 15 de agosto de 2019.

Os(as) interessados(as) poderão submeter até 01 (um) trabalho. Não serão permitidos mais de 2 (dois) autores por comunicação oral. Não será permitida a leitura/apresentação dos trabalhos por terceiros.

Os resumos submetidos em Sessões de Comunicações Livres deverão conter os seguintes elementos:

  1. Possuir de 150 a 500 palavras;
  2. Conter objetivo(s), referencial teórico/procedimentos metodológicos e conclusão;
  3. Três palavras-chave (separadas por ponto);
  4. Não possuir parágrafos, subtítulos ou citações.

Os resumos inscritos em Sessões de Comunicações deverão ser inseridos em um dos eixos temáticos abaixo:

  1. Descrição e análise de línguas indígenas;
  2. Ensino, práticas de educação e experiências de sala de aula em contexto indígena;
  3. História, memória e literaturas indígenas;
  4. Línguas e literaturas indígenas nas Amazônias;
  5. Tradição oral, oralidade e literaturas orais em contexto indígena
  6. Bilinguismos em contexto indígena;
  7. Propostas de (re)vitalização linguística;
  8. Interculturalidades indígenas.

A avaliação considerará os seguintes elementos:

01 – Clareza do(s) objetivo(s)

02 – Coesão

03 – Coerência

04 – Referencial teórico-metodológico

05 – Conclusão

Dúvidas e informações: gphclim@gmail.com