Livro de escritores amazônicos é lançado no Simpósio Linguagens e Identidades

O terceiro dia do Simpósio Linguagens e Identidades da/na Amazônia Sul Ocidental, foi marcado por diversas atrações. Além de minicursos e oficinas, teve ainda apresentação do espetáculo Devaneio Feminino – A história do machismo e o lançamento do livro Literaturas e Amazônias: Colonização e descolonização.

Durante o lançamento os organizadores da obra Gerson Albuquerque, Sônia Sampaio e Miguel Nenevé, falaram da importância da publicação da obra, conversaram com os convidados e autografaram exemplares.

De acordo com Nenevé, o livro busca discutir a produção e a crítica literária na Amazônia. “Temos várias obras sobre a Amazônia, escrita por escritores de fora da Amazônia com um olhar externo. Nesse livro buscamos apresentar um contra discurso ao esse discurso colonizador”, explica.

O professor lembra ainda que é preciso descolonizar o conhecimento: “Ainda somos muito colonizados, dependentes do que vem de fora, precisamos valorizar as pesquisas da nossa região, frutos da visão de quem vive e conhece as realidades internas. O livro tem esse propósito, promover os conhecimentos produzidos aqui”, destaca.

Literaturas e Amazônias

A obra é composta por produções de pesquisadores da região norte, em especial dos professores do mestrado de Letras da Universidade Federal de Rondônia (Unir) e Universidade Federal do Acre (Ufac).

“Todos os textos mostram que a Amazônia não é retratada somente pelos pesquisadores de fora, não é só dita para nós, mas que ela é vista pelos escritores, que moram nela. É claro que precisamos ler outras bibliografias estrangeiras, mas devemos mostrar nossas posições quando se fala de Amazônia”, explica Sônia Sampaio.

Linguagens e Identidades

Os exemplares estão à venda e ficarão disponíveis durante todo o Simpósio, que vai até sexta-feira, 11.  Cada livro custa R$ 32 reais. O evento está sendo realizado na Ufac, no bloco da Pós-Graduação.

%d blogueiros gostam disto: