Museu Nacional: da tragédia do incêndio à tragédia das MPs privatizante.

RODA DE CONVERSA

Museu Nacional: da tragédia do incêndio à tragédia das MPs privatizante.

Essa roda de conversa tem o objetivo de mostrar o descaso às diversas manifestações dos curadore(a)s, pesquisadore(a)s e demais interessado(a)s sobre a manutenção e conservação do Museu Nacional que vinha sendo negligenciado há vários anos por parte do poder público federal.

Esta tragédia estava anunciada e revelou o descaso com parte da história da ciência, das artes e da tecnologia no Brasil, de um espaço prestes a celebrar seus 200 anos, e que resistia por conta do labor de professore(a)s, pesquisadore(a)s, aluno(a)s e amigo(a)s que viam no Museu Nacional um dos embriões da necessidade de compreender a ciência e a tecnologia no Brasil como vetores de desenvolvimento e justiça social.

Incalculáveis elementos referenciais nas mais diversas áreas do conhecimento foram incinerados, no momento em que estamos vivenciando os impactos mais nefastos na vida social brasileira, a Emenda Constitucional 95, que impõe um teto aos gastos públicos ao mesmo tempo em que libera o pagamento de juros, amortizações e rolagem da dívida pública.

Todos(as) estão convidados a participar dessa discussão para propormos ações políticas contra os cortes no orçamento, que podem extinguir cerca de 105 mil bolsas e auxílios (PIBIC, PIBID, PET e da Pós graduação), e paralisar pesquisas já em andamento. Precisamos defender mais recursos para C&T, articuladas com a defesa dos direitos sociais e trabalhistas que estão em processo acelerado de destruição. E que esses recursos sejam voltados para um sistema público de ensino e produção de conhecimento científico e tecnológico voltado para solucionar os problemas cruciais da maioria da sociedade brasileira e não para o mercado.
%d blogueiros gostam disto: