Jornadas Andinas recebe exposição de artista Apurinã

Este slideshow necessita de JavaScript.

Durante a 13º edição das Jornadas Andinas de Literatura Latinoamericana (JALLA), que acontece de 6 a 11 de agosto em Rio Branco (AC), estará aberta a exposição de cerâmicas e artes plásticas, onde serão expostas as artes de Sanypa Apurinã, artista indígena Apurinã.

A artista Sanypa, que na língua Apurinã significa caba pequena, em português é chamada Maria Antonia Souza Silva. Nasceu na terra indígena Camadeni, em 1979 e permaneceu na aldeia até os dois anos. Passou os anos seguintes na cidade de Manaus (AM). “Até os 13 anos eu não tinha o conhecimento da minha identidade cultural, eu nem mesmo sabia que era indígena, quando minha mãe faleceu fui chamada para uma reunião na chácara do Cimi  Xary em Manaus”, comenta a artista.

Somente em 2001, após falecimento de sua mãe, começou a freqüentar reuniões sobre indígenas urbanos, e a partir daí foi convidada a participar do Movimento dos Estudantes Indígenas do Amazonas (MEIAM).

Através do MEIAM participou de oficinas no Instituto Dirson Costa de Arte e Cultura Amazônica, e posteriormente formou-se em artes plásticas sobre telas.

Realizando estudos e pesquisas sobre sua identidade, retornou para sua terra natal, Pauini. Atualmente sua arte é destinada a pintura em cascos de tracajá e ouriços de castanhas, devido à dificuldade para encontrar materiais.

A exposição irá acontecer no hall da biblioteca do campus da Universidade Federal do Acre (Ufac), de 6 a 11 de agosto. Mais informações podem ser obtidas no site https://www.jalla2018.org ou através do email jallamazonia@gmail.com.

 

%d blogueiros gostam disto: