‘Sete ventos’ destaca mulher negra no Teatro de Arena do Sesc

O espetáculo “Sete Ventos” integra até o fim do mês de agosto a programação do Teatro de Arena do Sesc Acre. Todos os sábados, partir das 19 horas, o Projeto “Encena na Arena” apresenta o monólogo baseado em depoimentos de mulheres negras.

Sete Ventos é o resultado da pesquisa da atriz carioca Débora Almeida sobre os elementos simbólicos e performáticos existentes na mitologia afro-brasileira e sua utilização junto aos Elementos da Linguagem Teatral. Baseia-se nas reflexões da artista sobre o universo feminino negro e utiliza depoimentos e relatos de mulheres negras entrevistadas por ela.

“Contamos a história de Bárbara, escritora negra, filha de Iansã, orixá da mitologia afro-brasileira, que junto ao público conta e revive as histórias das mulheres que a influenciaram.  Iansã é a deusa dos raios e ventos, que varia entre a mais calma brisa até a pior das tempestades. São sete mulheres, sete qualidades de Iansã, variando entre esses elementos, idade e classe social, cruzando histórias reais com as histórias mitológicas”, explicou a atriz Débora Almeida.

Através de Bárbara, que expõe suas dúvidas e o seu processo de crescimento baseado em uma educação que sempre privilegiou a referência à sua ancestralidade negra, mostra-se a história da mulher negra brasileira que tenta reconstruir sua história e construir sua identidade cercada pelas contradições do seu cotidiano. Temas como amor, solidão, superação, racismo e machismo estão presentes na peça, que apresenta temas específicos da mulher negra e temas que se cruzam com o cotidiano de todas as outras mulheres, independente de classe social ou cor. O encontro da personagem com Iansã é o momento máximo da história. Há também música e dança.

A figura da atriz funciona como a figura do griot, personalidade tradicional da oralidade africana, símbolo dos que narram contos nas sociedades africanas, depositários de histórias, de testemunhos ou tradições.

O espetáculo estreou em outubro de 2009 e recebeu o Prêmio Myriam Muniz de Teatro no mesmo ano. Já fez temporada no Rio de Janeiro circulou pelo Brasil em festivais nacionais e internacionais. Em 2015 virou livro publicado pela Editora Autografia, no Rio de Janeiro, e em 2018 será publicado na Europa, em Madrid, através da editora espanhola Ediciones Ambulantes.

 

SETE VENTOS

Período: Todos os sábados do mês de agosto

Horário: 19 horas

Duração: 60 minutos

Classificação etária: 14 anos

Local: Teatro de Arena do Sesc Centro

Ingressos:  R$ 10 (inteira) e R$ 5 (estudantes e comerciários)

Jaidesson Peres
Jornalista
%d blogueiros gostam disto: