I Seminário de Pesquisa – Galeria VI

IMG_7469.JPGO I Seminário de Pesquisa do PPGLI finalizou suas atividades na tarde de hoje, 04, com a avaliação dos seguintes trabalhos:

Proposta para o ensino da pronúncia das vogais nasais do Francês a aprendizes brasileiros
Mestranda: Maria Jucilandia Vanderlei Cavalcante
Banca Examinadora: Valda Inês Fontenelle Pessoa, Lindinalva Messias do Nascimento Chaves e Rosane Garcia da Silva

Vogais anteriores do Francês: análise de seu tratamento no método écho méthode de français e proposta de intervenção
Mestranda: Daniele de França Nolasco
Banca Examinadora: Valda Inês Fontenelle Pessoa, Lindinalva Messias do Nascimento Chaves e Rosane Garcia da Silva

Os fios que tecem imagens e sentidos: narrativas orais que compõem o imaginário de ribeirinhos do rio Moa
Mestranda: Maria Jeane Oliveira de Almeida
Banca Examinadora: Gerson Rodrigues de Albuquerque, Hélio Rodrigues da Rocha e Francisco Bento da Silva

Uma análise bakhtiniana do discurso promulgador de Ulysses Guimarães em 1988 face ao (des)cumprimento das normas sociais da Constituição Federal
Mestrando: Tayson Ribeiro Teles
Banca Examinadora: Gerson Rodrigues de Albuquerque, Elder Andrade de Paula

Representações da “identidade acreana”: uma análise do documentário “O Acre existe (2014)”
Mestrando: Ewerton Luis Faverzani Figueiredo
Banca Examinadora: Gerson Rodrigues de Albuquerque, Francisco Bento da Silva e João José Veras

O seminário ocorreu entre os dias 2 e 4 de maio, sob a coordenação dos professores da disciplina Seminário de Pesquisa, Profa. Valda Fontenelle e Prof. Gerson Albuquerque.

IMG_7486

Mestrandas Sandra Silva e Simone Pinheiro

 

Para a mestranda Sandra Mara Souza de Oliveira Silva, cujo foco de pesquisa é a toponímia da Zona Rural da regional Alto Acre, “o seminário foi imprescindível para a formação dos pesquisadores iniciantes, para os que já estão na metade do caminho e para a comunidade em geral”.

“Espero que as outras turmas também tenham a oportunidade de passar pela experiência, pois agora vamos para a etapa de qualificação com mais segurança e consistência em nossa pesquisa”, comenta a mestranda Simone da Silva Pinheiro, pesquisadora do Programa “Asas da Florestania” em comunidades rurais do Acre.

 

 

%d blogueiros gostam disto: