XI – Jornadas Andina de Literatura Latino-americana

(JALLA 2014, Costa Rica)

 Por Albino Chacón Gutiérrez – Universidad Nacional de Costa Rica

As Jornadas Andinas de Literatura Latino-americana (JALLA) constituem uma reunião intelectual, de ordem latino-americanista, organizadas sob a modalidade de congressos bienais. Iniciaram-se em 1993, em La Paz, Bolívia, e a partir desse momento foram realizadas onze reuniões em universidades de distintas cidades da América do Sul: Tucumán (Argentina), Quito (Equador), Cuzco (Peru), Lima (Peru), Santiago (Chile, em duas ocasiões), Bogotá (Colômbia), Rio de Janeiro (Brasil), Cali (Colômbia) e o último, este ano, na cidade de Heredia, (Costa Rica). Ao longo destes anos, JALLA tem ampliado seu campo de reflexão para incluir temáticas literárias e culturais de toda América Latina.

Circunscrita originalmente na região andina, JALLA constituem hoje um espaço de diálogo e de criação, com carácter alternativo, tanto pela natureza das propostas básicas quanto por exclusividade das assim chamadas marginalidades culturais. Pela primeira vez em sua história, este ano, a JALLA teve a sede do congresso fora da América do Sul, em um país da América Central, como uma intenção manifesta de vincular mais estreitamente as regiões centro-americanas, caribenha e sul- americana, com o objetivo de criar redes internacionais de intercâmbio e colaboração acadêmica e cultural entre universidades e intelectuais dessas três regiões americanas.

As Jornadas Andinas de Literatura Latino-americana são os congressos mais importantes e de maior transcendência que são realizados na região, no seu âmbito de interesse, isto é, no estudo das literaturas e culturas da América Latina. Por exemplo, no Rio de Janeiro assistiram quatrocentas pessoas, procedentes de todos os países da América do Sul, Centro-américa, México, Cuba, Puerto Rico, Canadá, Trinidade e Tobago, Estados Unidos, França, Alemanha, Austrália, Japão, entre outros.

A Universidad Nacional de Costa Rica foi a anfitriã do XI Congresso 2014, com o tema Pluralidade e diversidade: saberes incômodos e subversões literárias e culturais na América Latina.

A comissão organizadora definiu para esta ocasião seis eixos temáticos de trabalhos que guiaram toda a organização das mesas, comunicações e conferências plenárias durante o evento. Os eixos temáticos foram os seguintes:

• A teoria e a crítica literária em/desde/sobre a América Latina

•  Centro-américa e Caribe: insularidades, arquipélagos e pontes culturais

•  Latino-américa afro, indo, pluriétnica e multicultural

•  Subjetividades diversas e literaturas emergentes

•  Os projetos de modernidade e os debates descoloniais

•  Condições de produção e difusão literária na América Latina

O congresso seguinte será realizado em agosto de 2016, em La Paz, Bolívia, sob o auspicio da Universidad Mayor de San Andrés.

                                  Tradução: Secretaria Municipal de Educação de Guarulhos

Fonte: Site da Secretaria Municipal de Educação de Guarulhos

%d blogueiros gostam disto: