Chamadas para Revistas

Chamada Revista Literatura em Debate, Qualis B2

v. 8, n. 14

Está aberta a chamada para publicação na revista Literatura em Debate, do Curso de Mestrado em Letras – Literatura Comparada – da Universidade Regional Integrada do alto Uruguai e das Missões, Câmpus de Frederico Westphalen.

Neste primeiro semestre, a chamada contemplará a Literatura Infantil e Juvenil na contemporaneidade. Compreende-se que a escrita literária destinada aos públicos infantil e juvenil vem modificando as estratégias de abordagens das diversas temáticas que são candentes em nossos dias. Assim, tem-se o propósito de, nesta edição, contemplar-se questões estilísticas e de tratamento temático, a fim de pensar-se que, em meio à globalização, estamos a viver em um mundo imerso em tecnologias várias, principalmente, o que implica em leituras diversas e nem sempre produtivas. Se a leitura de textos literários fornece ao ser humano ferramentas para enfrentar a vida com mais autonomia, possibilita sua inserção no mundo, oportunizando estabelecer relações saudáveis entre si e seus semelhantes, tratar dos novos olhares lançados à escrita e investigações neste território torna-se pertinente e urgente.

Para tanto, questões como estética, linguagem, temática, práticas leitoras e todas as questões que envolvam a Literatura Infantil e Juvenil na atualidade serão importantes para (re)pensarmos a arte literária para este público específico.

Prazo de envio dos trabalhos: 30 de agoto de 2014.

 

  1. Chamada para publicação

ANTARES: Letras e Humanidades – Qualis B1

Vol.6, nº12, Jul./Dez. 2014

Dossiê:

Literatura brasileira contemporânea: marginalidades literárias e rumos da crítica A marginalidade constitui um thopos operativo de alta rentabilidade para se pensar a literatura brasileira, do ponto de vista dos seus elementos temáticos, estilísticos, sociais e culturais. Desde a acepção genérica do termo – aplicada às produções que se colocam à margem do cânone e das instituições de poder, até usos bastante específicos, indicando movimentos literários (como, por exemplo, a poesia marginal dos anos 1970 e a produção que hoje emerge nas periferias das grandes cidades) e a performance de indivíduos e grupos desprovidos de condições mínimas de direito e cidadania –, a categoria da marginalidade oferece um amplo espectro de possibilidades analíticas.

O tema coloca em pauta modos de produção, circulação e recepção da literatura no contexto da sociedade brasileira, reposicionando o debate entre centro e periferia, global, local e regional, maiorias e minorias, inclusão e exclusão, canônico e não-canônico, formas de dominação e resistência. Tais jogos de força movimentam o campo literário e desafiam os parâmetros críticos contemporâneos a buscar alternativas de refuncionalização da literatura, sobretudo no cenário presente, em que tendências “marginais” rapidamente incorporam-se ao mainstream, tornando cada vez mais difusa a noção de valor.

Com esse escopo, a ANTARES: Letras e Humanidades (Quális B1) convida pesquisadores a contribuírem para a reflexão sobre o tema Literatura brasileira contemporânea: marginalidades literárias e rumos da crítica, que comporá o dossiê do Vol.6, Nº12, Jul./Dez. 2014.

Data limite para submissão:

22 de setembro de 2014

Link para submissão: http://www.ucs.br/etc/revistas/index.php/antares/index

 

  1. Chamada de artigos da Revista Ilha do Desterro do Programa de Pós-graduação em Inglês da Universidade Federal de Santa Catarina com avaliação Qualis A1. O periódico é indexado pela SCOPUS, SciElo e MLA, dentre outros indexadores.

Crossings North and South: (Re)Encounters in the Americas

Issue: July/December 2014

Deadline for Submission: 15/03/2014 – 31/07/2014

The crossing of borders and the exploration of new routes, meanings and definitions have permeated the history of the Americas even before the arrival of the first European colonizers. Yet, it was with colonization that the question of how to represent the “new” and “different” other became so emblematic. This question is, still today, one of the most intriguing questions in critical and literary debates as writers continue to address the issue of cultural representation in their works, re-creating new meanings for the varied experiences of cultural encounters in the Americas. A great part of these re-creations could be approached as “re-discoveries” of self and other in historical and geographical dislocations, which allow contemporary writers and artists to negotiate the representation of “difference,” be it in terms of cultural, gendered, social and/or geopolitical identities. Thus, in this issue of Ilha do Desterro, we will be interested in discussing how recent literary, cultural and critical productions might offer new and challenging ways to approach dislocation and contemporary crossings in the Americas.

 

  1. Pandaemonium Germanicum vol. 17 N. 24 (2014.2)

Envio de artigos até 10 de agosto de 2014

A Área de Alemão do Departamento de Letras Modernas da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, responsável pela publicação online da Pandaemonium Germanicum – Revista de estudos germanísticos (QUALIS A1/SciElo), convida os interessados a enviarem trabalhos para a edição do número 24 do periódico.

O número 24 receberá artigos de temática livre no âmbito dos estudos germanísticos. Os trabalhos podem ter caráter teórico ou apresentar estudos sobre um determinado autor. Esse número será publicado em dezembro de 2014. Os artigos para o número 24 deverão ser enviados pelo sistema Scholar One

http://mc04.manuscriptcentral.com/pg-scielo

Até 10 de agosto de 2014.

As normas para publicação de trabalhos constam do site

http://www.scielo.br/revistas/pg/pinstruc.htm

 

  1. Chamada de artigos para a revista Signo – vol. 39, nº 67, 2014 http://online.unisc.br/seer/index.php/signo

O volume 39, número 67, terá como organizadores os professores doutores Jan Edson e Lucienne Espíndola, da Universidade Federal da Paraíba. O objetivo desse número é reunir linhas de pesquisa em Linguística Cognitiva, tendo como foco as metodologias científicas empregadas nas investigações. Dada a crescente produção científica na área de Linguística Cognitiva (LC) no Brasil, é possível observar grande diversidade de métodos e técnicas de pesquisa que refletem os diferentes interesses dos pesquisadores sobre os temas da cognição e da linguagem, e que se estendem desde a adoção de métodos intuitivos até o uso das metodologias empíricas (descritivas, experimentais) e técnicas da neurociência. Essa diversidade carece da devida catalogação que resulte não apenas no reconhecimento da afiliação teórica e metodológica dos trabalhos em LC mas também na constatação de que a interdisciplinaridade das pesquisas em cognição não prescinde da adoção de métodos científicos confiáveis e verificáveis. As contribuições para esse número da revista Signo devem ser enviados através do sitehttp://online.unisc.br/seer/index.php/signo

Até o dia 11 de agosto de 2014, sendo a publicação da revista prevista para dezembro de 2014.

%d blogueiros gostam disto: